Minha lista de blogs

terça-feira, 12 de abril de 2011

CAMPO DE SANTANA - EU FUI....


CAMPO DE SANTANA - EU FUI....recebi hoje esse e-mail de From: Márcia Nunes vamos ajudá-la.vamos ajudar com qualquer coisa os gatinhos.Sent: Tue, April 12, 2011 12:11:25 AM
Subject: Eu fui...

Amigos, recentemente tivemos uma imensa demonstração de solidariedade,
quando a região serrana foi inundada e destroçada.
Eu, particularmente,só tenho a agradecer pela ajuda recebida para
pessoas conhecidas que perderam tudo, e para os cães e gatos
sobreviventes da enchente.
Agora precisamos unir forças para ajudar uma situação que não é
eventual. É permanente, é triste, é emergencial. Falo dos gatos do
Campo de Santana, parque histórico no Rio de Janeiro, que abriga
centenas de gatos. Não sei como esta história começou, mas o fato é
que hoje são, em média, 470 gatos, morando no parque, com cotias,
patos, esquilos e eventualmente com cachorros abandonados por lá.
Eu fui hoje trabalhar como voluntária no Campo. Encontrei no Bambuzal,
local onde fica a enfermaria , casinhas e gaiolas, a Dra. Michelle
cuidando de uma gata muito mal, que, infelizmente, 1 hora depois veio
a óbito. Médica veterinária? Não , médica pediatra voluntária no
Campo, que, na reunião que tivemos, esclareceu a necessidade
prioritária de azulejar a enfermaria, que na verdade é um hospital,
pois como está ,o nível de contaminação é muito alto.
Eu fui ao Campo e conheci d. Ione que há 10 anos cuida dos gatos.
Gastou sua poupança comprando rações, e agora, aos 72 anos, com a
aposentadoria de professora, não tem mais como comprar os 600 kilos de
ração necessários para alimentar os gatos que não param de ser
abandonados lá. Eu mesma hoje ,recebi uma senhora e a filha e uma
caixa transporte com uma gata e 5 filhotes recém nascidos. Tentei
convencê-las de não os deixar lá, ficar com eles, não houve jeito, e
lá ficaram. Mais bocas para alimentar, cuidar que não sejam
infectados, castrar e doar.
Eu fui ao Campo e conheci a Rosana , guerreira,que foi um contato,
via internet, que relatou a real situação dos gatos e pediu ajuda de
diferentes formas: jornais, vasilhas, voluntários, doações de ração,
dinheiro, mostrando que todos podem ajudar, é só querer.
Eu fui ao Campo e conheci pessoalmente Patrícia, que idealizou o blog
- gatinhos do Campo de Santana - e que bolou a Campanha de Páscoa -
Troque o Ovo por Ração e salve uma vida!
Eu fui ao Campo e conheci várias protetoras empenhadas em colaborar de
todas as formas possíveis para que os gatos abandonados tenham
qualidade de vida, até serem adotados.
O que precisamos:
De uma pessoa, arquiteto ou engenheiro, que nos oriente como reformar
a enfermaria, isto é, que nos diga o que precisamos de material e mão
de obra.
De doadores deste material e da mão de obra.
De voluntários, que passem 2 horas no Campo,pela manhã ou à tarde,
limpando os olhinhos dos gatinhos, trocando agua e colocando comida,
ajudando na limpeza das gaiolas e casinhas, percorrendo o Campo e
vendo se há animais doentes que precisam ser atendidos na enfermaria e
fazendo carinho.
De doações em dinheiro, não importa o valor, precisamos comprar
gaiolas para separar os gatos fotografados,disponíveis para adoção, e
que estão no blog, gaiolas para recuperação de cirurgias, como a
castração -podíamos estar fazendo 16 por semana e só estamos fazendo 6
por falta de gaiolas . Para comprar ração, material cirúrgico,
medicamentos.
De adotantes. Tenho 2 bebês LINDOS comigo para adoção, outros tantos
igualmente LINDOS, ficaram no Campo.

Divulgue, cuide, adote, junte-se a nós.Vamos, dentro de alguns dias,
divulgar uma conta para depósito. Mas no momento gostaríamos de ter os
dados cadastrais de todos que se interessarem em lutar conosco pela
vida dos gatos do Campo de Santana. Estamos nos organizando para
melhorar o atendimento aos animais, e para prestar contas ao nossos
colaboradores. Precisamos saber: nome, endereço, telefone, celular,
e-mail, valor da contribuição mensal.

Mil beijos, Márcia
Márcia Nunes
(21) 8727-7473 begin_of_the_skype_highlighting (21) 8727-7473 end_of_the_skype_highlighting Quando se é capaz de lutar por animais, também se é capaz de lutar por
crianças ou idosos. Não há bons ou maus combates, apenas o horror ao
sofrimento aplicado aos mais fracos que não podem se defender –
Brigitte Bardot. por favor. divulguem.ajudemmmmmmm. obrigada. laura.

Um comentário:

  1. Oii..
    tudo bem?

    to passando pra deixar o end.
    do meu outro cantinho,
    pra vcs conhecerem ele tbm!!

    beijoos
    http://momentosdapathy.blogspot.com

    ResponderExcluir