Minha lista de blogs

varias noticias

Loading...
Loading...

quinta-feira, 25 de março de 2010

Como tratar um gato com abscesso.


Lidar com um gato que tem um abscesso, ou infecção localizada com pus, pode ser difícil, já que nem sempre está claro o que está acontecendo de errado. O corpo cria muros em torno dessas feridas, e o pus delimita as paredes.
Abscessos (em inglês) em gatos normalmente são ocasionados por feridas ou arranhões provocados por mordidas que podem acontecer de várias formas. A infecção é resultado de uma bactéria (em inglês) vinda dos dentes ou garras do animal que atacou, e entra na pele através da mordida ou do arranhão. A maioria dos abscessos se localiza ao redor do pescoço, patas dianteiras, ou na área do rabo e parte traseira. Muitas vezes os donos não conseguem perceber que o gato foi mordido. Alguns dos sinais que devem ser observados são inchaço leve e dolorido, mau cheiro vindo de uma ferida aberta, letargia e perda de apetite. Para tratar adequadamente de um gato com abscesso, siga as dicas abaixo:



1ª etapa: prenda os pêlos ao redor da área do abscesso.


Publications International, Ltd.
3ª etapa


2ª etapa: se o abscesso estiver drenando, vá para a 3ª etapa. Se não, aplique compressas quentes e úmidas por um período de 20 minutos, duas ou três vezes ao dia, até que o abscesso comece a drenar.

3ª etapa: limpe bem a área com peróxido de hidrogênio a 3%, duas ou três vezes ao dia. Não use nenhum outro antisséptico. Não deixe que uma crosta da ferida se forme por dois ou três dias. Para isso, remova-a.

4ª etapa: se o gato parar de comer, ou se o abscesso não parar de drenar uma substância mau cheirosa em 48 horas, ou se a área afetada for muito grande, leve o gato ao veterinário o mais rapidamente possível

Nenhum comentário:

Postar um comentário