Minha lista de blogs

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Florais para animais - Parte 2 Seu gato anda agressivo ou medroso? Essências podem ajudar




Florais para animais - Parte 2

Seu gato anda agressivo ou medroso? Essências podem ajudar..É muito divergente a opinião das pessoas em relação ao temperamento dos gatos. Enquanto algumas os descrevem como animais dóceis e carinhosos, outras os definem como animais desobedientes e traiçoeiros.

Os gatos são independentes por natureza, porém podem ser muito companheiros se receberem carinho e atenção de seus donos. Gostam de se manter limpos e para isso costumam se lamber frequentemente, o que não quer dizer que o banho possa ser dispensado. Quando educados, desde cedo fazem suas necessidades sempre em um local com terra ou areia determinado para esse fim. Após evacuarem costumam cobrir as fezes. Eles são também muito curiosos e individualistas, portanto, não se submetem as ordens do dono.

Assim como os seres humanos, os animais também possuem temperamentos diferentes e podem demonstrar seus sentimentos de formas distintas. Enquanto alguns gatos arranham e agridem o dono para demonstrar sua raiva ou insatisfação, outros podem se aquietar, deixar de se alimentar ou ficar amuados pelo mesmo motivo.

O aspecto relacionado a sociabilidade também é bastante diferente. Quando se deparam com um visitante desconhecido, alguns gatos são sociáveis, outros podem se mostrar agressivos, arqueando as costas ou balançando e curvando a cauda. Outros, mais tímidos ou medrosos, correm para se esconder. Uma boa dica é acostumar o gato à presença de estranhos e de outros animais para que ele se torne mais sociável.

Embora os temperamentos sejam diferentes, alguns sinais devem ser observados por constituírem dicas importantes sobre a saúde e o comportamento dos gatos. Convém notar se eles estão se alimentando normalmente, se parecem tensos ou relaxados, se estão dormindo bem, se bebem água ou outros líquidos diariamente, se a pele e os pelos estão com aparência saudável, se a urina e as fezes parecem normais, se ronronam muito alto, assustam-se frequentemente ou se são muito medrosos.

Além disso, as doenças que os animais costumam apresentar com certa frequência podem nos fornecer caminhos para o tipo de tratamento mais adequado, pois assim como acontece com os humanos os gatos podem somatizar seu estresse emocional. Ou seja, eles podem adoecer e apresentar sintomas físicos devido a problemas de adaptação à criação inadequada ou ao ambiente impróprio.

O que podemos fazer para ajudar nossos amiguinhos felinos?

Os florais podem ser muito úteis para o tratamento dos distúrbios comportamentais e do estado de humor dos animais. A sensibilidade apurada faz com que eles respondam muito rápido ao tratamento da terapia floral.

As essências florais devem ser escolhidas com muito cuidado, respeitando a natureza dos gatos e as características próprias de cada animal.

Podemos citar como exemplo, a tendência de alguns gatos a desenvolver problemas pulmonares. O pulmão, segundo a psicossomática, está relacionado ao sentimento de tristeza e frustração. É aconselhável que o tratamento para os problemas pulmonares seja complementado com florais que visem melhorar o humor e a alegria dos bichanos.

As doenças costumam se instalar mais facilmente quando o aspecto emocional está abalado, assim sendo, tratar do humor dos gatos é uma ótima opção para que eles continuem vivendo felizes e saudáveis.

Algumas dicas de tratamento

Você poderá pingar quatro gotinhas do floral, na palma da mão, com um pouquinho de água ou leite e dar para o animal lamber, de duas a quatro vezes ao dia ou colocar as quatro gotinhas na água ou líquido que ele beba diariamente. Pingue as quatro gotinhas cada vez que trocar a água da vasilha. O tratamento é diário e deverá durar por 30 dias.

* Para aqueles gatinhos que adoram ficar no colo do dono ou querem chamar atenção o tempo todo subindo no sofá, na cama, ou nas cortinas, uma boa opção é utilizar a essência floral Chicory. Caso eles miem muito pelo mesmo motivo, pode ser feita uma fórmula com Chicory e Heather.
* Para o gato muito tímido, que não gosta ou tem medo de ser tocado, parece se assustar com qualquer barulho e está quase sempre demonstrando medo através de um ronronar muito alto ou arqueando as costas para cima, a melhor indicação é uma fórmula contendo as essências Aspen e Mimulus.
* Para os gatos que arranham o dono, quando irritados urinam por todo canto, não gostam da presença de pessoas ou animais estranhos, a indicação mais adequada é da essência Beech, podendo ser acrescida da essência Holly se o animal se mostra frequentemente agressivo ou mal humorado.
* O gato submisso, que permanece com o corpo encostado no chão e as orelhas abaixadas, poderá se beneficiar com a essência Centaury.
contato: srbello@terra.com.br............Florais para animais de estimação

Seu cãozinho anda irritado ou triste? Essências podem ajudar...........Na hora de sair, seja para o trabalho, para um passeio ou para uma viagem, observe seu cão. Sua carinha triste, seu rabinho baixo entre as pernas... Lá vai ele para debaixo da mesa, da cadeira ou outro cantinho qualquer. Chega a doer o coração só de olhar...

Essa é uma cena comum e diária. Basta você começar aquela movimentação de troca de roupas e sapatos, o ato de pegar bolsa ou a mala, preparando-se para sair de casa e pronto: a cena se repete e o cãozinho prevendo que ficará longe do seu dono começa a demonstrar os sinais da sua insatisfação.

No fundo eles até sabem que você vai voltar, mas é tão difícil essa separação que muitas vezes eles deixam de se alimentar ou de beber água até que você volte. Outras vezes eles ficam tão ressentidos que parecem querer demonstrar que estão insatisfeitos mudando de atitude, praticando alguma traquinagem, destruindo o pé da cadeira, roendo o chinelo ou fazendo xixi bem no tapete da sala.

Reações similares às do dono

Vale a pena descobrir se o comportamento do seu cão tem algo a ver com seu modo de sentir ou agir. A sensibilidade e fidelidade dos cães podem se traduzir através de comportamentos, sentimentos, atitudes e reações muito parecidos com os do próprio dono. Não são raras as vezes que o animal apresenta doenças semelhantes às do seu dono."Não são raras as vezes que o animal apresenta doenças semelhantes às do seu dono." Quando você está feliz e eufórico, repare que o seu cão parece compartilhar dessa alegria, saltitando e balançando o rabo num ritmo bem mais rápido que o normal. Se, entretanto, você está tenso, preocupado ou triste, é provável que o seu cão se mostre mais carinhoso só para lhe agradar ou simplesmente fique quietinho em um canto da casa, como um fiel amigo, sofrendo junto com você, como se essa atitude pudesse amenizar sua tristeza.

É muito importante que estejamos conscientes que os animais reagem em resposta à forma pela qual nos relacionamos com eles. Os donos de animais costumam tratá-los de formas diferentes, dependendo de como eles os vêem. Enquanto alguns os tratam como filhos ou como um meio de obter atenção e prestígio, outros os tratam como um guardião protetor ou ainda como um companheiro que preenche o vazio da solidão.

A variação de humor do cão, o relacionamento dele com os outros animais ou com os seres humanos, a mudança de hábitos e as emoções demonstradas, como medo, raiva, indecisão e insegurança, podem ser resultado da maneira como ele é tratado ou de como ele é influenciado pelas reações do dono. Um cão que se mostra agressivo pode estar reagindo assim por vivenciar atitudes agressivas de seu dono.

Respostas positivas

Para o tratamento de problemas emocionais, as essências florais podem ser um auxílio. De modo geral, as pessoas respondem muito bem ao tratamento com florais. No entanto, as crianças e os animais são ainda mais sensíveis a esse tratamento, apresentando respostas muito positivas e mais rápidas. Os cães podem ser tratados com essências florais selecionadas de acordo com o temperamento e comportamento natural que apresentam, normalmente próprios da raça ou das características individuais do animal. Essas essências visam equilibrar os distúrbios comportamentais dos cães, mas devem ser associadas a outras essências que auxiliam no tratamento do estado de humor do animal. Ao tratarmos dos problemas do humor estaremos prevenindo possíveis desequilíbrios orgânicos - que muitas vezes podem ser o gatilho para o aparecimento de doenças.

Algumas dicas de tratamento

* Você poderá pingar 4 gotinhas na boca do animal de 2 a 4 vezes ao dia ou pingar as 4 gotinhas na água que ele bebe diariamente. Pingue as 4 gotinhas cada vez que trocar a água da vasilha. O tratamento deverá durar por 30 dias.
* Para o cão muito apegado, que se entristece só de ver o dono se arrumar para sair, uma boa opção é utilizar uma fórmula dos florais de Bach com as essências Chicory e Willow.
* Para o cão que vive se lambendo e chega a machucar as patas por mordiscá-las freqüentemente a essência Crab Apple é a mais indicada, podendo ser usada junto com a essência White Chestnut, principalmente se o animal fica sozinho o dia todo.
* Para o cão que se irrita ou se aborrece com facilidade, não tolera a aproximação de outros animais ou de pessoas desconhecidas, a indicação mais adequada é da essência Beech.

2 comentários:

  1. Gosto muito dos artigos de ótima qualidade do seu Blog. Quando for possível dá uma passadinha para ver nosso Curso de Ingles. Daienne

    ResponderExcluir
  2. Olá. Tenho uma gata British que desde pequrena morre de medo de tudo. Se escuta o interfone corre e se esconde. Se tento pega-la no colo, ela se debate até cair, e mesmo que eu a segure firme, chega um momento que não dá mais. Se alguém vem aqui e ela não pode se esconde no quarto, se abaixa toda no canto da janela e fica imóvel, engolindo, nervosa. Nunca morde, mas tem uma ansiedade extrema, e um medo de gente horrível. Até comigo, se faço um movimento mais brusco, ela pula e corre. Ela veio pra cá com 3 meses, sempre foi hiper bem tratada, tem tudo, saúde, come bem, é limpa, mas muito apavorada. Tenho pena dela assim. Não sei se são ou foram as idas ao petshop tomar banho e cortar unha, mas desde antes, desde o dia em que chegou já era desse jeito. O que fazer por ela?

    ResponderExcluir